Protocolo sobre implantes

Casos complexos de implantodontia. Quando tivemos a necessidade de corrigir o erro de outro profissional.
09/06/2020
Há nove anos que estamos acompanhando este caso e mudamos a vida desta paciente. Eu quero mostrar para vocês o que significa estes quatro implantes.
Captura de Tela 2020-07-01 às 10.40.11
Essa paciente tinha uma das doenças mais comuns e uma das principais causas de perdas dentárias do adulto, a doença periodontal.

Vou te explicar rapidamente e tentar ser o menos técnico possível, para que você possa entender e ficar bastante esclarecido sobre a doença periodontal

As bactérias que vivem na boca, comem os restos dos nossos alimentos, principalmente dos carboidratos. Elas conseguem se aderir aos dentes e produzir algumas toxinas que causam inflamação gengival.

Então, o que aconteceu com essa paciente para ela perder todos os dentes?

Da uma olhada na imagem abaixo, está vendo nestas regiões circuladas? Possuem biofilmes, ou seja, a presença de bactérias produzindo materiais tóxicos para os nossos tecidos, fazendo com que haja uma grande inflamação do tecido gengival. No início, essa inflamação é rápida e fácil de ser curada se você fizer uma boa higiene com frequência.
Captura de Tela 2020-07-01 às 10.51.36
O problema é que, se essa inflamação ficar por muitos anos e estas bactérias se alojarem, a gengiva irá ficar inflamada, e a inflamação vai acabar evoluindo para uma situação de perda do tecido ósseo, que é o responsável pela sustentação dos dentes. Então, esses dentes que deveriam estar firmes e inseridos no tecido ósseo que é um tecido duro e da sustentação, agora eles ganham mobilidade. Portanto, além de ter o sangramento da gengiva, esse dente acaba ganhando mobilidade e se perdendo.

Dente que está móvel, já está em um grau de evolução de inflamação muito grande, e as vezes determina a extração total.

Neste caso que estou mostrando, optamos por fazer um trabalho chamado protocolo imediato, um tratamento que eu realizo há mais de 10 anos, que se baseia exclusivamente na extração dos dentes que já estão condenados pela doença.

Colocamos alguns implantes para que eles possam fixar uma prótese um pouco diferente, dente a dente. É como uma prótese total, fixa, de 12 dentes ou 14 dentes, dependendo da posição dos implantes. E esta prótese tem uma estrutura metálica que une estes dentes, por isso você pode utilizar mini implantes.

Se fossemos fazer uma analogia, este tipo de trabalho, é com você pegar uma casa bem velha, limpar e arrumar o terreno e então colocar uma casa pré-fabricada. Isto torna o tratamento mais barato e muito rápido.
Então, se você tem este tipo problema de mobilidade dos dentes, inflamação da gengiva e sangramento, talvez este tratamento seja o ideal para você.

Como é feito o tratamento?

1° dia - Tratamento das lesões com a remoção dos dentes

Removemos os dentes, limpamos o tecido ósseo, colocamos os implantes e fazemos a moldagem.

2° dia - Instalação da peça

Já no dia seguinte, o paciente volta para fazer a instalação, e finalmente poder usufruir da segurança de uma peça presa e seus implantes de forma parafusada.

Posso mastigar no primeiro dia?

Não, obviamente que a carga imediata, que é essa forma de realizar os implantes, precisa de um tempo em que o paciente precisa cuidar da mastigação.

Quando posso mastigar?

60 dias é o tempo ideal que libero meus pacientes para poder comer um alimento mais duro, ou qualquer outro, com bastante segurança e tranquilidade, pois a peça não se move e é totalmente fixa no tecido ósseo.

Existem muitos artigos científicos que já demonstraram que, a capacidade de mastigação do paciente com esse tipo de prótese, é a mesma capacidade de quando ele tinha os dentes.

Então, essa paciente que há 10 anos atrás me procurou, recebeu uma prótese tipo protocolo, esta prótese com 12 dentes presa sobre 4 implantes, e está usufruindo de uma mordida e uma mastigação extremamente forte com segurança.
Captura de Tela 2020-07-01 às 11.18.05
Temos aqui, o acompanhamento com 6 meses, 2 anos, 3 anos, 6 anos, 8 anos, e para terminar, nosso ultimo acompanhamento que foi feito agora em janeiro de 2020, com 9 anos. Os tecidos estão bem rosinhas e não sangram mais, porque estão saudáveis.
montagem
Nós proporcionamos a saúde e devolvemos para ela os dentes que foram perdidos e a capacidade de mastigar. Isto é o protocolo imediato e tem muita coisa aqui no blog sobre o assunto. Da uma buscada que você vai encontrar, e se você tiver alguma dúvida entre em contato conosco pelo WhatsApp.

Se você tem interesse em conhecer mais o Instituto FRC, agende sua consulta, eu tenho certeza que você vai gostar muito da nossa equipe e do que nós podemos lhe oferecer.
Um grande abraço e até logo!
Heitor Cosenza
Heitor Cosenza
Dr. Heitor Bernardes Cosenza Cirurgião Dentista pela Faculdade de Odontologia de Bauru – USP, Especialista em Implantodontia pela Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, Mestre em Implantodontia pela USC Bauru, Pós-graduado em Odontologia Estética pelo SENAC São Paulo e Coordenador da Especialização em Prótese Dentária da F1 Cursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para Novidades

Junte-se ao nosso mailing para manter-se atualizado sobre novos posts.

Você foi inscrito com sucesso!