fbpx

Durabilidade de facetas laminadas: uso do isolamento absoluto

Retrações gengivais e problemas de raiz exposta
15/05/2019
Durabilidade de facetas laminadas: adaptação das facetas laminadas
24/05/2019
Saudações e odontológicas. Sou Heitor Cosenza, vamos para mais uma dica de odontologia para quem não é dentista.
O objetivo desses posts é mostrar algumas questões importantes que você precisa saber ao escolher fazer um tratamento. Eu vou falar hoje sobre facetas laminadas, vou falar sobre a durabilidade desse tipo de tratamento, vou falar sobre como elas são feitas e um detalhe importante: como fazer com que seu tratamento dure muito mais do que o normal. Então vamos para a tela do computador. Eu vou mostrar um processo bastante importante e fundamental para que o seu trabalho dure bastante. Olha aqui: o que nós estamos mostrando aqui é um processo de cimentação, ou seja, o processo de instalação de uma faceta laminada. E por que tem essa borracha azul? Por que nós estamos colocando essas borrachas nos dentes?
Essa borracha azul é chamada de isolamento absoluto. Toda vez que você vai colocar uma faceta laminada, toda vez que você vai instalar uma lente de contato, você vai fazer um processo de colagem. Esse processo de colagem é a etapa mais importante do processo de instalação e de realização do tratamento com facetas laminadas. Então olha só: aqui é um pouco mais branca - essa é a peça da faceta laminada - e por baixo dela tem o dente que foi preparado para receber essa faceta. Então esse dente aqui, que tinha esses espaços entre os dentes, foi preparado para receber uma faceta para mudar a forma, fechar os espaços e melhorar a cor. Só que essa faceta é muito fininha, e quanto mais fina a faceta menor o desgaste no dente.
Essa faceta fininha não é ultrarresistente, ela só vai ganhar muita resistência, só vai ter a resistência final depois que nós fizermos o processo de colagem. Por exemplo: se você tem um vaso quebrado na sua casa, você vai colá-lo molhado ou seco? Bom, a boca é cheia de fluídos: ela tem saliva, existe um fluido que sai daqui da região gengival, então nós fazemos todas nossas cimentações de facetas laminadas, lentes de contatos e outros tipos de restaurações sempre com o isolamento absoluto, ou seja, colocamos essa borracha, esse dique de borracha e vamos cimentar as peças em um ambiente totalmente seco.
Essa é mais uma dica, esse é mais um conhecimento que eu estou passando pra você, um conhecimento que pra nós cirurgiões dentistas é algo fundamental, mas eu também quero que você saiba. Isso para que você possa tomar uma boa decisão, para que você possa ter um bom trabalho estético e realizar suas facetas laminadas com segurança, com previsibilidade e com muita durabilidade!
Se você está gostando do conteúdo ou quer fazer alguma pergunta ou comentário, entre em contato e me segue lá nas redes sociais. Vou ter o maior prazer em responder! Instagram: @cosenzaodontologia Facebook: @cosenzaodontologia Youtube: Heitor Cosenza
Um grande abraço e até o próximo vídeo!
Heitor Cosenza
Heitor Cosenza
Dr. Heitor Bernardes Cosenza Cirurgião Dentista pela Faculdade de Odontologia de Bauru – USP, Especialista em Implantodontia pela Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, Mestre em Implantodontia pela USC Bauru, Pós-graduado em Odontologia Estética pelo SENAC São Paulo e Coordenador da Especialização em Prótese Dentária da F1 Cursos.

Deixe uma resposta

Inscreva-se para Novidades

Junte-se ao nosso mailing para manter-se atualizado sobre novos posts.

Você foi inscrito com sucesso!